Havana, Havana | Principais Pontos Turísticos

Havana | Principais Pontos Turísticos

Abril 2, 2019 6 Por Sorrir e Sonhar
Em Havana está o centro da história e vivências de Cuba. É aqui que poderás conhecer mais sobre a Revolução Cubana, da realidade vivida pelo povo e visitar as principais atrações turísticas.



Existem alguns locais em Havana que não podes deixar de incluir na tua lista de “a visitar”.

Malecon

Se há algo que adorei fazer foi percorrer Havana de uma ponta a outra pela sua avenida à beira-mar: Malecon. Caminho a pé com a brisa do mar, de um lado com vista para o mar e do outro para a realidade de Cuba: carros antigos e coloridos a passar e os táxis que por nós passam a buzinar constantemente oferendo boleia; homens que se tornam pescadores por necessidade; crianças que brincam na rua; adultos que procuram wi-fi em alguma esquina; prédios bastante antigos e outros inacabados onde pelo meio se encontram bares, lojas e restaurantes devidamente restaurados que nos convidam a entrar.
Malecon, Havana

 

La Bodeguita del Medio

Um bar/restaurante típico, de estilo rústico e bastante conhecido em Havana, já com décadas de história e várias tentativas de fecho deste espaço tendo, até, já sido alvo de um atentado político, onde por uma explosão provocada com bomba ocorreram vários feridos.
É conhecido pelas suas paredes em pedra e pelas suas inscrições nas mesmas, que assinalam as celebridades que por lá foram passando ao longo do tempo.
Não podem deixar de beber um mojito!
La Bodeguita del Medio

El Floridita

Continuando na sugestão de bares, outro que é de visita obrigatória é o El Floridita: famoso pelos seus daiquiris gelados. Um Bar elegante, com contornos e detalhes muito bonitos.
No local é imprescindível tirar uma foto com a estátua de Ernest Hemingway sentado ao balcão, bem como, com o enorme copo promocional do Havana Club.

Estátua de Ernest Hemingway



Infelizmente, a este local só fui de passagem, pois a visita foi imediatamente a seguir ao almoço e não me apetecia de todo uma bebida com álcool mas, confesso que fiquei com uma certa pena (fica para talvez um dia quando lá voltar).

Não é um local onde o consumo seja barato, mas quem provou adorou, por isso, acredito que valha cada CUC!

Floridita, Havana

 

Museu da Revolução

Museu construído entre 1913 e 1920. Serviu como Palácio Presidencial a todos os presidentes cubanos na época anterior à Revolução de 1959 e é hoje classificado como Monumento Nacional. 
Toda a história da Revolução cubana é-nos explicada detalhadamente (e unicamente pela perspetiva cubana, entenda-se…) através de cartazes e exposição de objectos pessoais de pessoas ligadas à revolução, entre eles os mais famosos: a máquina fotográfica, boina e espingarda de Che Guevara e as botas e espingarda de Camilo Cienfuegos, estes que são as personagens principais de todo o museu.

Museu da Revolução, Havana

 

No exterior do museu existe um pavilhão onde estão depositados alguns veículos utilizados durante a Revolução (tanques, jipes, aviões, entre outros). 
A entrada no museu são 8 CUC, um valor justo tendo em conta a forma e organização da exposição.

Calle Mercaderes 

Esta é a Havana que vemos nos vídeos! 
Esta rua foi totalmente restaurada, é uma rua bonita, colorida mas que mantém as fachadas do séc XVIII. 
Muito movimentada, nesta rua podemos encontrar museus de entrada gratuita, lojas e restaurantes, aqui o difícil é escolher onde parar.
 

Mercados Artesanais 

O artesanato é uma das principais fontes de rendimento de muitas famílias cubanas, pelo que é importante enquanto visitante deste pais conhecer os mercados espalhados pela cidade de Havana, bem como valorizar o seu trabalho, e claro, comprar as lembranças para trazer connosco e oferecer a amigos e familiares.
No geral os artigos não são caros, por exemplo cada íman é 1 CUC, e não se esqueçam que aqui vale regatear o preço.

Museu do Run

Não é necessário ser apreciador da bebida para se visitar um dos museus icónicos de Cuba, porque aqui o principal intuito não é beber (mas quem quiser também o poderá fazer) mas sim ficar a conhecer o processo de fabricação, com máquinas antigas. 
A entrada custa 7 CUC e inclui degustação no final da visita.


Praça da Revolução

Praça da Revolução, Havana



Local de passagem obrigatória e de muitas fotografias. Esta praça é maioritariamente conhecida pela imagem de Che Guevara estampada na parede do Ministério do Interior. 

 

É uma das das maiores praças do mundo, com 72.000 metros quadrados, onde para além da conhecida imagem de Che, existe também a de Camilo Cienfuegos e ao centro fica o imponente Memorial José Martí com uma torre de 109 metros de altura, onde se pode subir de elevador para ter uma fantástica vista sobre a cidade.

 

Catedral de la Habana 

Construída entre 1748 e 1777 em estilo barroco, o seu nome completo é Catedral de la Virgen María de la Concepción Inmaculada de La Habana. 
E, para quem não faça questão de entre na catedral (como f0i o meu caso), não deixe de visitar esta praça, pela sua beleza rústica e boa conservação.

Catedral de Havana

Capitólio

Um edifício imponente que só pela vista exterior já vale a pena! E sim, tive mesmo que me contentar com o exterior pois infelizmente aquando a minha visita estava em obras, pelo que não foi possível realizar visita guiada ao seu interior (fica também para a próxima vez…).
Capitólio, Havana
Este monumento foi construído em 1929, tendo sido a sede do governo de Cuba até a Revolução Cubana. Atualmente é a sede da Academia Cubana de Ciências.

Espetáculo ao vivo no Social Club ou Tropicana

aqui vos falei da minha visita ao Social Club para assistir ao espetáculo ao vivo de música e dança cubana. Refeição com comida tipicamente cubana, com animação ao vivo e muita alegria é, sem dúvida, uma noite muitíssimo bem passada!



Saliento que os locais indicados são segundo a minha opinião, mas de qualquer forma espero que tenham gostado e que vos seja útil.
Para quem já visitou Havana, aconselha algum outro ponto turístico que falte nesta lista?
 
Sorriam e Sonhem Sempre Mais*
 
 
Lê, aqui, o relato completo da minha experiência de viagem a Cuba